WhatsApp

34.99958.1434 / 98809.7512

Após jogo polêmico, Atlético e América se reencontram por vaga na final do Mineiro - Guimaonline

Esportes

22/03/2018 às 16h21 - Atualizada em 22/03/2018 às 16h21

Após jogo polêmico, Atlético e América se reencontram por vaga na final do Mineiro

LindomarJS
Patrocínio - MG
FONTE: mg.superesportes.com.br

O Atlético de Thiago Larghi (esq) e o América de Enderson Moreira (dir) rivalizam em mais um clássico

Vale vaga na decisão. Com mando alvinegro, Atlético e América se enfrentam nesta quinta-feira, a partir das 20h, de olho no futuro - a final do Campeonato Mineiro -, mas também no passado. As equipes se reencontram no Independência, pela partida de ida da semifinal, pouco mais de um mês depois de um clássico marcado por polêmicas.

Na ocasião, a arbitragem confirmou um gol do Atlético e invalidou outro do América. As decisões sobre a entrada ou não da bola nesses lances geraram reclamações.

Os atores do duelo desta quinta-feira são praticamente os mesmos: de um lado, o Atlético de Thiago Larghi; do outro, o América de Enderson Moreira. Para mediar o duelo, o árbitro Igor Junio Benevenuto, o mesmo responsável pelo apito no dia 18 de fevereiro, quando o time alvinegro venceu por 3 a 0. O outro protagonista daquele confronto foi Guilherme Dias Camilo, que tomou as polêmicas decisões. O auxiliar, entretanto, não estará na partida de ida da semifinal.

Os apelos do América por um árbitro de fora de Minas Gerais foram parcialmente atendidos. O goiano Wilton Pereira Sampaio até entrou no sorteio, mas não foi o vencedor.

A partida de volta está marcada para este domingo, às 16h, também no Independência. O América tem a vantagem no confronto e conquistará a classificação em caso de dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols.

E em campo?

Como de praxe, Thiago Larghi optou por fechar o último treinamento do Atlético antes de um jogo considerado importante. Apesar do mistério, a tendência é que não haja tantas modificações no time titular alvinegro. As principais dúvidas são na segunda linha de meias do 4-2-3-1.

A tendência é que Luan, pela direita, e Cazares, centralizado, sigam como titulares. Há a possibilidade de Otero voltar à equipe na ponta esquerda. No último domingo, contra a URT, ele saiu do time por ter passado por um procedimento estético no nariz sem o aval do departamento médico. Erik foi o substituto e é o principal concorrente do venezuelano pela vaga.

Independentemente de quem for titular, o técnico Thiago Larghi espera um time ofensivo no jogo desta quinta-feira. Afinal, o Atlético precisa reverter a vantagem do América na semifinal.

“A nossa função o tempo todo é trabalhar em termos de defender e atacar com a máxima eficiência. Time grande tenta impor seu jogo, sim. A gente vai tentar impor o jogo, mas respeitando as as cores do América e também tentando defender. A gente sabe que é um jogo de 180 minutos, então a gente também tem que ter certa cautela”, disse o treinador.

Os visitantes

Do lado americano, Enderson Moreira não fez mistério. No entanto, o comandante alviverde afirmou que ainda avalia uma ou duas opções no time – entre Juninho e David e Marquinhos e Luan. Ainda assim, a tendência é de que a equipe seja a mesma que venceu o Boa Esporte nas quartas de final.

Como tem a vantagem pela melhor colocação na fase de classificação, o América deve entrar em campo estudando as ações do adversário. O Coelho tem na defesa um de seus pontos mais fortes e deve procurar reagir rápido com a bola nos pés. Apesar do benefício do regulamento, Enderson quer que os jogadores saibam analisar o confronto e manter o estilo de jogo característico do time.

“Temos que levar essa vantagem. Por exemplo, quando está acabando o segundo jogo, não precisamos arriscar tanto. Diferentemente quando se tem que vencer. É uma vantagem, mas é uma vantagem mínima. No segundo jogo podemos levar um gol no último minuto e estamos fora. Não entramos para empatar e, sim, para ganhar. Claro que podemos jogar mais para frente ou para trás. Mas, nossa postura não é de ficar atrás, e sim, de ter a bola e propor o jogo”, afirmou o treinador.

ATLÉTICO x AMÉRICA

Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan, Cazares e Otero (Erik); Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

América
João Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Zé Ricardo e Juninho (David); Marquinhos (Luan), Serginho e Aylon; Rafael Moura
Técnico: Enderson Moreira

Motivo: jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 22 de março de 2018, às 20h
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto (CBF)
Auxiliares: Felipe Alan Costa de Oliveira (CBF) e Ricardo Junio de Souza (CBF)

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 140 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados

Dr Designs