WhatsApp

34.99958.1434 / 98809.7512

Mesmo com sondagens, Rodrigo Santana dá prioridade à URT: "Me abriu as portas" - Guimaonline

Esportes

16/08/2017 às 11h25 - Atualizada em 16/08/2017 às 11h25

Mesmo com sondagens, Rodrigo Santana dá prioridade à URT: "Me abriu as portas"

LindomarJS
Patrocínio - MG
FONTE: globoesporte.globo.com

Rodrigo Santana aguarda conversa com diretoria da URT para definir futuro (Foto: Ale Vianna)

Antes de ouvir outros clubes, treinador espera conversa com diretoria do time mineiro nesta quarta-feira, cita preferência e avisa: "Estou no aguardo deles"

Bicampeão Mineiro do Interior, eleito melhor técnico do Estadual e quase acesso à Série C do Brasileiro. Essa foi a temporada do técnico Rodrigo Santana, então desconhecido da maioria, à frente da URT em 2017. Ainda triste por não conseguir a tão sonhada promoção à terceira divisão nacional, Rodrigo conta que o refúgio no momento era voltar para Santos, ao lado da família. O treinador, no entanto, espera uma reunião com a diretoria do Trovão, marcada para esta quarta-feira, para definir o futuro. Grato à URT, Rodrigo Santana dá preferência ao time mineiro, mas revelou sondagens de outros clubes.

– Eu estava tão chateado que eu queria ir embora logo, tudo me faz lembrar a eliminação. O torcedor me encontra na rua e vem conversar, essas coisas. Então, eu queria ir embora. A diretora marcou a reunião com jogadores e comissão técnica e bater um papo com a gente. Estou no aguardo deles, já tive sondagens de outros clubes. Mas eu sou bem ético e não vou conversar com outro time sem antes ouvir o clube que me abriu as portas aqui – disse o treinador.

Antes da reunião acontecer, Rodrigo Santana fez um balanço da temporada, pontuou erros e acertos do trabalho e fez questão de exaltar o grupo. Mesmo sem "egolir" a eliminação nas quartas da Série D e o fim do sonho do acesso, Rodrigo disse que a queda fortaleceu todos os envolvidos para os próximos desafios que virão.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-format="fluid"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-client="ca-pub-6532739819302861"
data-ad-slot="1079059214">



– Foi um ano muito bom, mas queríamos ter fechado com chave de ouro com esse acesso. Fizemos um excelente Mineiro, estrutura, orçamento, eu chegando de forma desconhecida e ganhando a confiança dos torcedores e diretores. Para a Série D, ficamos naquela indefinição se disputaríamos, decidimos de última hora. Oito dias para nos prepararmos, ainda sem jogadores para começar o trabalho. Foi um início difícil, mas confiávamos no nosso trabalho. Vendemos a ideia aos jogadores e sabíamos que iríamos encaixar. Mas são coisas do futebol, até agora eu não engoli a eliminação, estou muito chateado, mas valeu a experiência e acredito que cresci muito com esse revés no final. Estou mais forte ainda para os próximos desafios – analisou Rodrigo.

Além dos bons números da campanha, que vai desde a boa defesa até a série invicta de nove jogos, o treinador descreveu a trajetória na competição nacional com apenas uma palavra: acreditar. Depois do início ruim, com duas derrotas seguidas, Rodrigo se viu pressionado, mas conseguiu, junto ao grupo, reunir forças para seguir adiante. Para ele, a classificação na fase de grupos era mais complicada que o acesso.
– O ponto mais importante do grupo foi o acreditar. Na terceira rodada, os líderes tinham sete pontos, e nós zerados. Era muito difícil nossa situação, mas chegamos fortes. Ninguém mais acreditava na nossa classificação à segunda fase, acesso nem se fala. Mas o grupo acreditou, encaixou o sistema defensivo e passamos a tomar poucos gols. Fizemos gols importantes fora de casa também. Fazendo uma comparação, no Mineiro eu não tinha banco, quando tinha que mexer, caía muito. Na Série D, os que não serviram no Estadual eram meus titulares. Eu nunca trabalhei tanto na vida, essa campanha fez eu suar muito para encaixar esse time. Eu não via uma peça que poderia decidir o jogo a qualquer momento, como fazia o Cascata e o Allan Dias, por exemplo. Eu não tinha esse material humano, mas tinha um grupo. E assim, chegamos – finalizou.

style="display:block; text-align:center;"
data-ad-format="fluid"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-client="ca-pub-6532739819302861"
data-ad-slot="1079059214">

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 87 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados

Dr Designs